ministeriohorafinal

“…como se tudo fosse “natural!…”

In Artigos on 08/02/2012 at 21:08

“…como se tudo fosse natural…”, pecado hoje em dia se multiplica à semelhança dos dias de Noé, Sodoma e Gomorra-Mt. 24:36-44, e o que era censurado, agora é livre, pois à medida que a sociedade moderna se conforma com os erros, deixando de ter seu referencial nas Escrituras Sagradas, precipita-se num abismo interminável de práticas as mais abomináveis!O mundo perde dia a dia o seu Referencial Maior e cambaleia rumo ao seu final!

.

O ESPÍRITO SANTO nos exorta a não olharmos para os erros e os  tornar “naturais”, mas ao contrário, não sermos cumplices das obras do mal ou nos conformarmos com este mundo, mas reprová-los. Adverte-nos ainda a que não sejamos juizes do nosso próximo, mas advertamos a todos quantos pudermos, do grave perigo e consequente condenação ao inferno.(Textos Escriturais)

.

Para os mais Sábios, a proliferação do pecado assinala para o cumprimento Fiel das Escrituras Proféticas e confirma sua Autenticidade, pois revela previamente acontecimentos com centenas de anos, o que só aumenta sua Credibilidade. A Bíblia, o livro mais vendido e lido mundo, estatísticamente, não precisa do “Livro do Ano” a exemplo das enciclopédias mais conhecidas; é sempre atual e em nossos dias ganha mais leitores com a volta à sua originalidade hebraica. A versão King James, uma das mais respeitadas no mundo, identifica o Nome do ETERNO em sua Origem, com o Tetragrama Sagrado.

.

Andando pelo RUKHA YAHUSHUA,

Anselmo Rafael Franco

Ministério Hora Final

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: