ministeriohorafinal

O Verdadeiro perdão e os casos de infidelidade conjugal!

In Artigos on 15/04/2012 at 01:40

A primeira cousa que precisamos aprender pelo ESPÍRITO SANTO é que O Verdadeiro Perdão é uma Dádiva que o RUKHA YAHUSHÚA nos Concede,Permitindo que Perdoemos para que sejamos Perdoados!( Mat-us 6:14) Muitas pessoas não conseguem perdoar porque esperam do seu próprio coração este sentimento indispensável e suas esperanças são frustradas. Perdoar, portanto, é Dádiva do ALTÍSSIMO Mediante Seu Filho YAHUSHÚA-Pelo RUKHA YAHU=ESPÍRITO de YAHU! Quando O ESPÍRITO SANTO manda perdoar devemos obedecer imediatamente sob pena de assumirmos as consequênciasJamais tente perdoar alguém, de si mesmo; não será O Verdadeiro Perdão que nos Promove para a Vida Eterna!1YAHU-Tam -Timóteo-1:1-5.O “perdão”humano também é praticado, mas o Perdão que vem do ESPÍRITO SANTO Restaura Completamente!

.

Nosso compromisso em Perdoar, está acima de quaisquer suspeitas! Não interessa o que lhe tenham feito; se o ESPÍRITO SANTO Lhe Convence que deve Perdoar, perdoe! O Perigo está em nós mesmos querermos perdoar quando nos deparamos com as Exortações Escriturais, esquecidos que nenhuma Palavra das Escrituras é de particular Intepretação; Precisamos dos Recursos ESPIRITUAIS para Perdoarmos.YAHU-Khanam 3:27/2Káfos 1:20.

.

Perdoando-nos a nós mesmos!

.

Se O ESPÍRITO SANTO nos convence que devemos Perdoar a determinada pessoa ou pessoas, nos incluamos na condição de beneficiários também, pois se estamos autorizados a perdoar é porque o Perdão estender-se-á a nós! Somos Privilegiados em perdoar e sermos perdoados! esta regra Espiritual não pode ser mudada!Se não nos perdoarmos, como perdoaremos os outros?

.

Os casos de infidelidade conjugal-

Conheci determinado cidadão que durante 20 (vinte anos) vinha sendo traido pela esposa e disse-me que para não cometer um crime resolveu deixá-la. Como entendermos esse caso sem julgarmos ou condenarmos ambas as partes envolvidas? É Simples: Divórcio e novo casamento se assim o desejar a parte traida, pois ausentando-se terá condições de reaver sua felicidade conjugal e até de perdoar, não mais no seu convívio, o que seria impraticável devido ao tempo já comprovado de infidelidade.

.

Outro caso,de um estudante às vésperas de sua consagração pastoral, trouxe-me a triste notícia que vinha sendo traido pela cônjuge. Depois de alguns acertos e perdão entre as partes, hoje são felizes! cada situação pode perfeitamente ser bem distinta da outra!

.

Há ainda um acontecimento semelhante de infidelidade conjugal com a agravante “ordem pastoral” de que não mais eu poderia falar em determinada “igreja”, pois havia aconselhado a um irmão que sofria humilhações de traição dentro de sua própria casa vezes seguidas,  a se divorciar. O “pastor” contrário ao Conselho faleceu  jovem ainda, pois rebelara-se contra uma ordem não minha, mas do ESPÍRITO SANTO! Se fosse contar experiências de “pastores” hipócritas que são contra o divórcio em casos específicos, sei que muitos ficariam impressionados!

.

Perdoar não significa obrigatoriedade de viver juntos, convivendo e aceitando situações humilhantes de ambas as partes.  (texto) O Verdadeiro Perdão traz Consigo a Libertação do jugo do pecado! A tolerância em casos de infidelidade e a possível Reconciliação é Perfeitamente Escritural, mas também muito de pessoas para pessoas! Interessante que até a CGAD hoje admite o divórcio em caso específico de infidelidade conjugal, conforme Man-YAHU 19:9.Temos a Lei do Divórcio em pleno vigor e com mais agilidade no processo.É insensato a dissolução conjugal por conta própria sem a Diretriz Escritural. Ouvi em uma rádio no Rio de Janeiro, que alguém se divorciara 20 vezes. Querendo entrar  para o Guiness book world records ou brincar com o casamento? Tal gesto trará suas inevitáveis consequências! O divórcio só é cabível em casos de comprovada infidelidade conjugal.Casamento só é aceito entre um homem e mulher. O Livro das Leis Sagradas abomina uniões entre pessoas do mesmo sexo: Levítico 18/Romanos 1:18-32/1 Coríntios 6:9. Não há Salvação pára os que praticam, tais coisas. O Perdão e Reconciliação com o nosso CRIADOR YAHU ULHÍM é O Caminho Certo.Yashua-YAHú (Isaias) 1:18-20.

.

Determinado apresentador de progrma na T.V. que antes era contra o divórcio, o vi aconselhando alguém a divorciar-se para legalizar sua condição de relacionamento irregular.O Divórcio só é cabível em casos de infidelidade conjugal; a separação ou divórcio por outros motivos, impede um futuro casamento!1 Coríntios capítulo 7 Esclarece com muitos detalhes.Há muita hipocrisia em torno do tema: “Divórcio”.Muitos são contra enquanto não precisam!

.

Concluindo:

Somente mais um caso,pois esse me deixou Convencido da hipocrisia em que muitos vivem: Um desses radicais contra o divórcio, bradava ser impraticável uma separação conjugal  mesmo em casos de infidelidade. Passaram-se uns meses e o encontrei alegre dizendo que havia recebido uma grande Bênção.Perguntei-lhe se poderia contar a Bênção e ele respondeu-me: “Saiu o meu divórcio, lá no Rio Grande do Sul e vou casar-me novamente!”

.

Quer saber mais? Escreva-nos.

ministeriohorafinal@hotmail.com

.

Pelo RUKHA YAHUSHÚA

Ministério Hora Final

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: